Cicatrização de feridas

Antes de avaliar o aspecto definitivo de uma cicatriz e poder considerá-la estável, é preciso aguardar cerca de 1 ano. Logo após a retirada dos pontos, geralmente a cicatriz é bela, fina e linear. Porém, nas semanas seguintes ela se torna dura, avermelhada, ligeiramente inchada e com prurido (coceira). Aos poucos, com o passar do tempo, ela vai ficando progressivamente mais clara, mais baixa e mais amolecida, cessando o prurido. Este processo se encerra com uma cicatriz mais ou menos discreta, normalmente flexível, branca, insensível e indolor.

O processo de cicatrização acima descrito apresenta três fases principais: inflamatória, proliferativa e remodelamento. ra).  A fase inflamatória se inicia no momento da lesão do tecido e dura cerca de 24 – 48 horas. As plaquetas formam o coágulo inicial e liberam substâncias que exercem o poder de atração sobre os macrófagos e os neutrófilos, que atuam removendo o tecido necrosado e as bactérias. Por volta do 3° dia surgem no local os fibroblastos, dando início à fase proliferativa. Nesta etapa, além da produção do colágeno pelos fibroblastos, temos a formação de novos vasos sanguíneos e capilares. Na fase de remodelamento, que dura cerca de 1 ano, temos a substituição do colágeno tipo III pelo colágeno tipo I e o aumento do número de ligações cruzadas entre si, evoluindo para uma ferida mais resistente. Ao final deste processo, o tecido de cicatriz formado possuirá cerca de 80% da resistência à tensão de um tecido normal.

Alguns fatores como a infecção, a falta de oxigênio, a presença de tecido necrosado ou corpo estranho e a desnutrição, podem retardar a cicatrização. Até os dias de hoje, nenhum creme ou pomada, nenhum produto ou procedimento se mostrou realmente eficaz em acelerar este processo.

O fato é que a cicatrização é um processo de reparação natural do organismo, uma resposta inflamatória à lesão. Com o passar dos anos, costuma resultar em cicatrizes de boa qualidade. Isto é, a menos que não ocorra uma reação de cicatrização exagerada, que acabe por formar um quelóide. Mas isto é assunto para o nosso próximo artigo.

Até lá, um abraço,
Pedro Faveret

 

Artigos

  • Os 50 anos das próteses mamárias de silicone.
  • Mitos em Cirurgia Plástica – Mito 1
  • Mitos em Cirurgia Plástica – Mito 5
  • Prepare seu corpo para o Verão
  • Lipoenxertia: corrigindo pequenas imperfeições
  • Mamas: o que determina o seu envelhecimento
  • A inquestionável a segurança das próteses mamárias de silicone
  • Mitos em Cirurgia Plástica – Mito 4
  • Mitos em Cirurgia Plástica – Mito 3
  • Mitos em Cirurgia Plástica – Mito 2
  • Rinoplastia: Quando fazer “o menos”, pode significar mais.
  • Preenchimento de rugas faciais
  • Prótese de mama: quando e por que colocá-la
  • É possível fazer lipo nos braços?
  • Lipoaspiração com anestesia local pode?
  • Saiba o quanto se pode retirar em uma lipoaspiração.
  • Lipoaspiração tumescente X convencional
  • A forma e detrimento à uma cicatriz.
  • Normas Informativas e Compartilhadas em Cirurgia Plástica
  • Correção de cicatrizes
  • Cicatrização de feridas
  • Mamaplastia redutora
  • Blefaroplastia
  • Lifting facial: o resgate da sua beleza
  • Peeling químico superficial: sinta na pele a diferença.
  • Lipoaspiração
  • Lipoescultura
  • Rugas de Expressão
  • Otoplastia – correção de orelhas em abano
  • Rejuvenescimento facial
  • Mastopexia: a correção da flacidez mamária.
  • Prótese de Gel Coesivo
  • Lifting de sobrancelhas sob anestesia local
  • As causas da celulite
  • Divórcio, ani-depressivos, perda ou ganho de peso podem acrescentar anos à sua face.
  • A segurança comprovada da Cirurgia Plástica.
  • Plástica Mamária Masculina (Ginecomastia)
  • Cirurgia com anestesia local
  • O uso de células tronco para o aumento das mamas.
  • Fim do complexo e dos apelidos
  • Tratamento Cirúrgico de Queimaduras
  • Nariz feio é opção!
  • Estética Íntima
  • Nariz Perfeito
  • Beleza para os lábios
  • Plástica de pescoço
  • Toxina Botulínica – muito além da estética
  • Alimentação precoce após a abdominoplastia pode acelerar a alta hospitalar
  • Reconstrução de mama
  • Bronzeamento artificial: O que você deve saber antes de fazer
  • www.pedrofaveret.com.br | © 2016 Todos os direitos reservados à Dr. Pedro Faveret